PORTO ALEGRE: Av. Borges de Medeiros, nº 328 / 5º andar SÃO JERÔNIMO: Av. Rio Branco, nº 365

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

Por Patrícia Peltz

Advogada Previdenciária

08/07/2021

Aposte na segurança: a previdência pode garantir o seu futuro

Por Patrícia Peltz | 08/07/2021

Planejar é preciso, ainda mais quando falamos do futuro. Assim, não podemos esquecer que a Previdência Pública também é uma forma de investimento e pode melhorar a sua aposentadoria.

Estudos indicam que apenas 1% dos aposentados conseguem arcar com seus próprios custos. Isso demonstra que o brasileiro de forma geral não tem o hábito de planejar e nem mesmo de investir. Além de que, sem um plano prévio, arcar com as despesas da terceira idade pode se tornar um filme de terror.

A constituição garante que todo empregado e prestador de serviços é contribuinte obrigatório da Previdência Social. Então, mensalmente há um valor descontado na sua folha de pagamento ou dos valores repassados e comunicado a Receita que administra os recursos do INSS.

O mesmo acontece com o contribuinte individual que paga a sua guia mensalmente e com o Microempreendedor Individual que contribui ao pagar a DAS.

Com o tempo o segurado construirá seu “patrimônio previdenciário” e esse patrimônio vai influenciar diretamente na renda que o mesmo terá futuramente vinda da Previdência. Saiba como planejar seu futuro e melhorar a sua aposentadoria.

É importante eliminarmos estigmas como, por exemplo:
  • acreditar que a renda sempre ficará limitada ao salário mínimo
  • acreditar que contribuindo com valores no teto previdenciário a renda será no teto que atualmente é um pouco maior do que R$ 6000,00.

No Planejamento Previdenciário, calculamos a renda da aposentadoria ou de outros benefícios previdenciários de acordo com o tempo de contribuição e com os valores contribuídos. Desta forma, como em toda matemática existe sim uma forma de planejar se baseando em um estudo.

A lei previdenciária explica como esse cálculo é feito. Assim, facilmente se tem acesso ao tempo de contribuição reconhecido pelo INSS até a proposta de seu pedido de benefício.

Considerando todas as mudanças trazidas nos últimos anos pela Reforma Previdenciária o planejamento se tornou uma forma de direcionar seu investimento. Com isso é possível alcançar um futuro mais confortável e previsível.

No caso do empregado, as contribuições são feitas sobre seu salário, sendo parte pago pelo empregador e parte descontada do salário do empregado. Tornando mais fácil projetar a curto prazo uma média de renda estimada.

O planejamento não observa só a prospecção de suas contribuições, mas também analisa o passado:

Com o planejamento previdenciário podemos analisar se existem vínculos passados que precisam ser acertados, se houve exposição à insalubridade em algum momento, entre outras questões.

Assim, nós recebemos cada vez mais empregados com vínculo em carteira buscando organizar suas contribuições. Especialmente levando em consideração o atual cenário de incertezas que ocorre atualmente no mercado.

Já quando falamos em contribuinte individual, o planejamento é um ponto decisivo. Principalmente, porque este tem a possibilidade de contribuir sobre o valor que entender possível dentro de seus rendimentos.

O mesmo ocorre com o Microempreendedor individual que poderá complementar sua contribuição. Isso porque o pagamento da DAS equivale a um salário mínimo, podendo assim, elevar essa contribuição.

Constantemente, surgem questionamentos como:

  • Posso contribuir com valores que deixei de contribuir no passado?
  • Posso encaminhar a aposentadoria assim que preencher o tempo mínimo?
  • Devo aguardar as idades de 62 anos mulheres e 65 anos os homens para se aposentar?
Nós podemos responder todos esses questionamentos a partir de um planejamento.

O contribuinte da previdência deve entender que ele é único, assim como sua história é única. E, portanto, merece a devida atenção.

O momento da aposentadoria, para todos deveria ser um momento de celebração e de resgatar  um investimento de anos de trabalho árduo.

Contudo, para alcançar o objetivo esperado, precisamos investir na previdência de maneira correta e planejada. Logo, o planejamento previdenciário é uma habilidade a mais que devemos desenvolver para nos proteger dos percalços de um amanhã que pode parecer muito incerto.

Por fim, se fosse possível aconselhar aqueles que tem curiosidade com relação ao destino de seu patrimônio previdenciário, diria: Aposte na segurança de um Planejamento!

Nós podemos te ajudar.

Ficou interessado em melhorar a sua aposentadoria?

Clique aqui e entre em contato com a nossa equipe especializada.

Pesquisa: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) a pedido da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil)