PORTO ALEGRE: Av. Borges de Medeiros, nº 328 / 5º andar SÃO JERÔNIMO: Av. Rio Branco, nº 365

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

Patrícia Peltz

Por Patrícia Peltz

Advogada Previdenciária

25/08/2020

Previdência Privada x Previdência do INSS: Quais as principais diferenças?

Por Patrícia Peltz | 25/08/2020

Apesar de carregarem a mesma premissa de “Previdência”, as chamadas Previdências Privadas e o Plano de Previdência pelo INSS são bastante diferentes. Confira abaixo:

Como funciona o plano do INSS?

Você tem que contribuir um X período sob certa renda para obter um benefício Y. No plano do INSS é realizada uma média sobre seus salários de contribuição, estes salários são corrigidos por um índice de correção, atualmente o INPC. E sobre essa média é imposto um coeficiente que dependerá por vezes do tipo de benefício, ou por vezes do tempo de contribuição do segurado.

Como funcionam as Previdências Privadas?

Planos de Previdência Privada são muito parecidos com planos de investimento comuns. Existem dois tipos, os planos abertos e os planos fechados. Os planos abertos são os vendidos pelas instituições financeiras, como bancos e seguradoras, podem ser adquiridos por qualquer pessoa. Os Planos fechados são também chamados de Fundos de Pensão, são criados por empresas ou entidades, destinadas a seus empregados ou associados.

Sou obrigado a aderir ao Plano do INSS?

Depende, se você é segurado obrigatório (Empregado, Empregado Doméstico, Segurado Especial, Contribuinte Individual e trabalhador Avulso) sim, você está obrigado a aderir ao plano de previdência do INSS. Mas se você é segurado facultativo (ex. Estagiário, dona de casa, etc) você só contribui para o INSS se quiser.

Como o plano de Previdência Privada vai me assegurar?

Cada plano tem seu procedimento que será conhecido previamente pelo contratante. Planos abertos normalmente exigem um investimento mensal por um período e lhe dará cobertura ou poderá ser resgatado após certo tempo ou evento. Já os planos fechados podem ser como complementações de aposentadorias ou da mesma forma que os planos abertos serem investimentos futuros baseados em um certo tempo ou evento.

Então, qual tipo de plano vale mais a pena?

Ambos os planos devem ser vistos como investimento e dependem de um bom planejamento.

Se o seu objetivo não é se aventurar no mundo dos investimentos e bolsa de valores, a Previdência Privada é uma forma segura de resguardar uma parcela de renda no futuro .

Já investir na Previdência do INSS, como falamos em uma Entidade Pública, trás a segurança de que o investido será resgatado um dia, em que pese o seu retorno não seja tão positivo em questões financeiras como a Previdência Privada ou outro investimento.

Outra coisa a se pensar é que, por a Previdência do INSS ter, para algumas modalidades de contrato, caráter obrigatório, importante planejar também essa renda, para não ser um investimento “perdido”.Com isso, ambos os planos são importantes para estabilidade no futuro, desde que bem planejados na hora de investir.

Notícias Relacionadas

Direito Previdenciário

Recebi a antecipação do benefício de auxílio-doença no ano de 2020, como fica o pagamento dos valores atrasados devidos?

20/03/2021 | por Thaís Xavier

Em razão da pandemia, muitos segurados que se sentiram incapacitados para o trabalho buscaram e receberam a antecipação do benefício de auxílio-doença. Esta antecipação consistia no valor de um salário-mínimo, que seria paga até a realização da perícia médica presencial ou até que o segurado estivesse recuperado, o que acontecesse primeiro. Em muitos casos não […]

Direito Previdenciário

Aposentadoria especial: preciso me afastar da atividade nociva para ter direito?

16/03/2021 | por Thaís Xavier

A aposentadoria especial é direito garantido aos trabalhadores que exerceram atividade com contato e/ou exposição a agentes insalubres, penosos e periculosos durante 15, 20 ou 25 anos. Recentemente foi julgado pelo STF o Tema 709, e os seus embargos, trazendo muitas dúvidas para quem recebe e para quem busca a tão sonhada aposentadoria especial. Se […]